Atores comentam série O Primo Basílio, de 1988

02/11/2013 19:10

Na próxima segunda-feira (4), o programa Reviva, do canal fechado Viva, vai lembrar as curiosidades dos bastidores da série O Primo Basílio, dirigida por Daniel Filho em 1988. Tony Ramos, Giulia Gam e Marília Pera, elenco principal da trama, deram entrevistas para o canal, contando sobre cenas marcantes e as principais técnicas nas gravações. O programa vai ao ar às 23h.

A intérprete de Darlene, em Pé na Cova (Globo) contou que recusou seu papel no primeiro convite, mas depois de muita insistência do diretor, aceitou dar vida à emprega rancorosa Juliana. “Eu precisava desenvolver os piores sentimentos antes de entrar em cada cena. Minha roupa era sempre preta ou verde musgo, triste. Aí eu via as roupas da Giulinha Gam, que chegava de rosa, azul e eu ficava tendo que desenvolver essa raiva até da Giulia, mas talvez tenha sido meu melhor trabalho!”, contou a atriz.

Giulia Gam, quem deu vida à Luisa, a esposa de Jorge (Tony Ramos) e prima de Basílio (Marcos Paulo), conta que chorar sempre foi um problema para as cenas. Então, pedia que a levassem uma cebola, assim ela poderia chorar quando necessário. A prática deu tão certo que Marília aderiu ao projeto e, desde então, passar cebola perto dos olhos se tornou comum.

O Primo Basílio é uma das principais minisséries da história da TV Brasileira. O texto, clássico do realismo português ajudou Daniel Filho a dar o tom que precisava para as cenas, sempre gravadas a duas câmeras. E a trama, envolve a traição de Luisa com o primo e a chantagem que sua serviçal faz, a fim de guardar o segredo da moça. É claro que a produção causou comoção nacional.

Fonte: http://goo.gl/3zzLMt