Discípulos de Antunes Filho falam sobre como foi trabalhar com o encenador

30/09/2013 17:05

Giulia Gam: “Trabalhar com Antunes Filho foi uma experiência religiosa” -atuou em Romeu e Julieta(1984), atualmente no ar com a novela Sangue Bom

 “Foi Marcelo Tas quem me apresentou ao CPT. Ele me disse que um diretor chamado Antunes Filho precisava de uma atriz jovem e inexperiente para viver Julieta numa nova montagem. Tenho muito orgulho e muita honra de ter feito aquele papel. Na época, eu tinha 15 anos de idade e nunca tinha pisado num teatro. Ele achava bonito o meu encantamento com o palco. Eu tinha muito prazer em ficar dez, onze horas ensaiando, sob o olhar atento dele para cada respiração, cada passo, cada palavra. É claro que alguns atores não gostavam muito disso, e brigavam com ele. Lembro quando reclamei do fato de ele ter jogado uma cadeira na direção da Marlene Fortuna e ele retrucou: 'Fique quieta. Eu sei o que estou fazendo'. Hoje entendo que era uma maneira de ele tentar tirar o melhor de cada ator. Particularmente, não tenho do que reclamar. Sempre tivemos uma relação muito amorosa. Ele é muito importante na minha carreira, mas também na minha vida. Foi ele quem me iniciou no sagrado do teatro. Trabalhar com Antunes foi uma experiência religiosa”.

Fonte: http://goo.gl/FzjxYo