Dona de mistério em ‘Boogie Oogie’, Giulia Gam vê reviravolta na trama: ‘Entramos numa fase de suspense’

15/01/2015 09:47

O sangue correndo nas veias é o mesmo. Os batimentos cardíacos também são igualmente fortes, pulsantes num ritmo frenético. Talvez por isso que o encontro entre Sandra (Isis Valverde) e Carlota (Giulia Gam), de “Boogie Oogie”, termine sempre em explosão — ainda mais agora, em que o metabolismo acelerado da mocinha está direcionado única (e exclusivamente) para descobrir os podres da mãe.

— Acho que as duas têm uma força. Mas enquanto uma foi infeliz, deixando que essa força fosse para outro caminho, a outra canalizou essa energia para a justiça. A Sandra é muito justa, né? — defende Isis Valverde, que faz questão de não definir a personagem como uma clássica mocinha: — Se ela fosse boazinha, ela não teria dado tanto tapa na cara como já deu. Ela é justiceira mesmo!

E para descobrir a verdadeira face de Carlota é necessário o uso de quaisquer ferramentas — de gritos e bofetadas a investigações à la Sherlock Holmes. Na gravação dos últimos capítulos que foram ao ar, Giulia Gam chegou a perder os trilhos, tamanha a obsessão de Sandra por novas pistas sobre a megera.

— Sandra é abusada demais, sabe? Eu falo: “Meu deus!”. Eu, Giulia, até perco um pouco o pé durante as cenas, porque ela desafia mesmo. Ela vem para cima, ela invade o seu espaço — diz Giulia, sempre com uma gargalhada contagiante embaixo da manga, e assumidamente animada com a nova virada da novela: — Agora entramos numa fase de suspense, meio Agatha Christie, num estilo thriller. E as coisas vão se definindo conforme o tempo vai passando. Eu, por exemplo, acho que só vou saber quem é a Carlota no último capítulo. Não tem uma explicação psicológica para tamanha fúria. Aliás, ninguém tem essa irritação 24 horas por dia. A Carlota não existe! Para mim, é uma dificuldade, ainda mais agora em que ela é bombardeada por todos os lados, pois não tenho essa agressividade solta.

Fonte: http://migre.me/ocU7Z