Giulia Gam abre o jogo sobre a chegada dos 50 anos e diz que foge da ditadura da beleza

24/03/2016 22:03

Atriz conta, nos bastidores do 'Encontro', que é seletiva na escolha dos papéis que interpreta na TV: 'Garante o alto nível das minhas atuações'

Para muitas mulheres, a chegada dos 50 anos é determinante. E isto não é diferente para Giulia Gam, que deixa a casa dos 40 ainda este ano. Nos bastidores do Encontro, a atriz abre o jogo: "É claro que eu sinto o peso da idade. A mulher tem toda uma questão hormonal, entra na menopausa e passa a não poder ter mais filhos. Se antigamente uma mulher de 50 já era uma senhora, hoje em dia, se ela for adequada, pode colocar um tênis e uma minissaia. Mas é claro, sem cair no ridículo".

Giulia também conta que não se submete à ditadura da beleza imposta pela TV. "Como atriz, você sempre tem que trabalhar o corpo. Ainda mais agora com tanta tecnologia que mostra tudo na câmera (risos). Mas acho que não dá para cair nesta cobrança estética. Faço musculação, mas de uma maneira consciente, sem tomar produtos. Tento manter as aulas de pilates, gosto muito de aeróbico, de nadar e de andar na praia", diz.

Longe da telinha há um ano, depois de Boogie Oogie, Giulia, que está em cartaz com duas peças de Shakespeare, revela que é seletiva na escolha dos papéis que vai interpretar: "Isso garante o alto nível das minhas atuações. Até os 30 anos, me permiti viajar, conhecer grupos diferentes, focar mesmo em mim, no meu instrumento de trabalho. Quando fiz 'Mulheres Apaixonadas', mudei para o Rio de Janeiro, e com o Theo (seu filho) pequeno, era mais difícil. E eu gosto de me dedicar 100% a um trabalho. Tentei sempre me aproximar dos melhores diretores e dos projetos mais interessantes. Se não, fica muito desgastante, um trabalho burocrático e eu me entrego demais para um papel, não me poupo".

Fonte: http://goo.gl/tTwqtK