Giulia Gam em Curitiba

09/09/1999 21:45

Atriz nega final de casamento com Pedro Bial

A atriz Giulia Gam (31) se diz surpresa com as notas publicadas em vários veículos de comunicação sobre o fim do seu relacionamento com o jornalista e apresentador do Fantástico, Pedro Bial (41). "Não sei como surgiram esses boatos, porque nós continuamos juntos. Nos distanciamos apenas pelo fato de eu estar há dois meses em Curitiba para filmar, enquanto ele permanece no Rio de Janeiro por causa de seus compromissos profissionais", confirma Giulia, que interpreta dona Coca no filme Serro Azul, do diretor Paulo Morelli (40), com estreia prevista para o primeiro semestre de 2000. Assim como a companheira do barão do Serro Azul, heroi da Revolução Federalista ocorrida no século passado, Giulia é uma mulher apaixonada pela vida. "Dona Coca era uma idealista, lutava pelas causas do marido, mas não vivia a sua sombra, tinha uma relação de igualdade com o barão. Além disso, deu à luz quatro filhos, o que a torna ainda mais admirável", diz a coruja, mãe de Theo Bial (1 ano e 6 meses), fruto de seu casamento de quatro anos com o jornalista.

No Rio de Janeiro, todas as vezes em que Pedro Bial foi indagado sobre uma possível separação, ele se esquivou do assunto. "Sobre isso não tenho o que falar. Sem comentários", respondia categórico o jornalista. Durante o tempo em que Giulia esteve em Curitiba, ela conta que recebeu visitas do marido e que os dois se falam com frequência por telefone. Giulia afirma estar feliz com o casamento. "O Pedro tem muitas qualidades, não vou enumerá-las para não causa inveja", brinca a atriz. Na companhia do filho, ela percorreu vários parques e praças de Curitiba e confessa que esquece de planejar o futuro quando se vê cercada pelas traquinagens do garoto. "Cada vez que vou tomar alguma decisão, ele entra no quarto e, quando me dou conta, já estamos jogando bola ou brincando de se esconder. Deixo os planos para amanhã, afinal, estou apaixonadas pelo meu filho. Ele é um gentleman, educadíssimo", sorri, ao explorar todos os cantos do belo Palacete dos Leões, em Curitiba.

Para preparar sua mais nova personagem de época - ela que já viveu muitas -, Giulia recorreu a livros e a bate-papos com os herdeiros do barão do Serro Azul, que ainda moram na cidade. "A baronesa Coca é um papel especial na minha carreira. Ela era uma mulher de muita personalidade. Temos uma história real por trás do filme mostrando o que foi o Brasil naquela época, unindo os pedacinhos da identidade de um povo", conta sobre o filme que terá trilha sonora composta por integrantes da Orquestra Sinfônica de Berlim. Sobre o cinema nacional, afirma estar entusiasmada com o novo núcleo de produção que se forma na capital paranaense. "É bacana estar envolvida com esse pessoal. Uma moçada superjovem e competente está começando a aparecer."

As filmagens estão no fim e Giulia retorna, enfim, para junto do marido no Rio de Janeiro. Na partida, garantiu que sentirá saudade de Curitiba. "Fiquei impressionada, é uma cidade muito europeia, que valoriza a educação de suas crianças."

Somente do friozinho típico do Sul ela não guardará boas lembranças: sofreu muito com sua renite por causa das baixas temperaturas, mas logo tratou de procurar um homeopata para resolver o problema. "Gosto da homeopatia e faço esse tipo de tratamento desde a época em que estava grávida, o que me ajudou muito", conta a atriz, que está parando de fumar e optou por incrementar o cardápio com grelhados e verduras para manter a forma.

Fonte: Revista Caras

Arquivo: Bia*