Repertório Shakespeare: Macbeth e Medida por medida

17/10/2015 19:37

Espetáculos compartilham de mesmo elenco de 14 atores, para interpretar dois dos mais aclamados textos de Shakespeare, com direção e concepção de Ron Daniels. Montagens ficam em cartaz no Cine Theatro Brasil Vallourec nos dias 29 e 31 de outubro e 1º de novembro

Três anos após encenar a elogiada versão de Hamlet com Thiago Lacerda, que também passou pelo Teatro em Movimento, Ron Daniels volta a Belo Horizonte. Brasileiro, radicado em Nova York, e um dos principais diretores teatrais da britânica Royal Shakespeare Company de Stratford-upon-Avon, dessa vez o diretor apresenta duas novas montagens do repertório do bardo inglês: A tragédia ‘Macbeth’ e a comédia ‘Medida por Medida’. Escritas no fim do século XVI, entre 1603 e 1607, ambas as peças falam do poder, da corrupção e dos dilemas éticos e morais nas esferas pública e privada, mas em tratamentos e estruturas distintas.

“Vamos ver se o poder muda com os homens ou os homens com o poder.”

                                                                                    O Duque, em Medida for Medida

Com o mesmo elenco de 14 atores – Ana Kutner, André Hendges, Fábio Takeo,  Felipe Martins, Giulia Gam, Lourival Prudêncio, Lui  Vizotto, Luisa Thiré, Marco Antônio Pâmio, Marcos Suchara, Rafael Losso, Stella de Paula,  Sylvio Zilber e Thiago Lacerda – as duas peças estarão em cartaz na mesma temporada em revezamento de dias e horários. Os atores também se revezam nos personagens; os protagonistas de uma peça interpretam os segundos papéis na outra, dando ao público a oportunidade de apreciar a versatilidade dos atores em papéis diferentes, no exercício do jogo cênico, em dias alternados.

A atriz Giulia Gam, por exemplo, interpreta Lady Macbeth e também a Sra. Bem-passada, uma mulher de bordel, em “Medida por Medida”. Já Thiago Lacerda fará Macbeth, o herói de guerra que se transforma em um assassino inescrupuloso e bestial, e o conselheiro moralista Angelo em “Medida por  Medida”. Marco Antônio Pâmio e Luisa Thiré protagonizam “Medida por Medida”; o ator será Macduff em “Macbeth” e o Duque em “Medida por Medida”, ao lado da atriz que interpreta Isabella, em “Medida por Medida” e Lady Macduff, em “Macbeth”.

Desde julho de 2015, Daniels está no Rio de Janeiro e até a estreia pretende concluir a maratona de mais de 800 horas de ensaios. O diretor também foi responsável pela fundação do Teatro Oficina, ao lado de José Celso Martinez Corrêa e Renato Borghi, dirigiu Rei Lear, em 2000, protagonizado pelo ator Raul Cortez e ao todo contabiliza 41ª encenações de Shakespeare, entre montagens nacionais e internacionais.  “Nos reunimos para este projeto artístico em torno da montagem das obras de Shakespeare no Brasil,  uma continuidade natural do trabalho iniciado em  “Hamlet”, com novos atores de escolas e realidades diferentes que se juntam ao núcleo anterior vindo do elenco do “Hamlet”. Parece até que formamos uma companhia teatral!”, explica Daniels.

De Belo Horizonte, a peça segue para O Sesc Vila Mariana, em São Paulo para 44 apresentações – de 05 de novembro a 31 de janeiro, com intervalo para o recesso de fim de ano, de 21/12 a 06/01/2016. Depois segue para o Rio de Janeiro.

Macbeth & Medida por Medida 

Escritas no fim do século XVI, entre 1603 e 1607, ambas as peças falam do poder, da corrupção e dos dilemas éticos e morais nas esferas pública e privada, mas em tratamentos e estruturas distintas.

Em “Macbeth”, no caos da guerra, o mundo é um campo de batalha. Mas Shakespeare pergunta de onde vem o mal? Em que canto do ser humano se encontra o germe de uma ambição tão desenfreada que nos leva a matar? E como lidar com a consciência quando o sangue derramado exige cada vez mais sangue, e aos assassinos não é mais permitido um momento de sono, um instante de quietude ou repouso? Com o crime e a culpa, morre também o amor?

Referente ao texto, Ron Daniels diz: “Posições radicais não são posições humanas. Uma posição fundamentalista é antagônica à própria vida, ela não leva em consideração todas as contradições humanas.” 

Por outro lado, em “Medida por Medida”, agora no caos da paz, o mundo se transformou em um bordel. E a pergunta que o autor nos faz é se somos seres tão falíveis, se não nos conhecemos a nós mesmos, como podemos julgar uns aos outros? Este é um mundo povoado por homens de grande poder e também por padres e freiras, por prostitutas e cafetões, por bêbados e arruaceiros, gente alegre e simples que leva a vida nas ruas, nos conventos, nos bordéis e nas prisões da cidade. Um mundo onde o amor surge de forma inesperada e triunfa finalmente sobre o puritanismo e a libertinagem. Aqui, Ron Daniels deixa a pergunta: “Podemos controlar a anarquia do mundo?” 

“Na tragédia “Macbeth” há uma velocidade vertiginosa na qual um herói se transforma em um monstro assassino, já a comédia política “Medida por Medida” é mais solta, mais anárquica, um redemoinho urbano em que figuram personagens da rua, dos bordeis, da sarjeta”, acrescenta Daniels.

 As duas montagens foram concebidas e dirigidas pelo diretor Ron Daniels, também responsável pelas traduções dos textos com Marcos Daud. A idealização é dele ao lado de Thiago Lacerda. A curadoria Artística é de Ruy Cortez e a direção de produção de Erica Teodoro.

 SINOPSES

 MACBETH

Macbeth, um general corajoso, ao voltar triunfante da guerra, encontra três criaturas misteriosas, videntes que lhe fazem a seguinte profecia: Macbeth será rei, em um futuro próximo. A ambiciosa Lady Macbeth, esposa de Macbeth, ao ficar sabendo da profecia, instiga seu marido a matar Duncan, o atual rei.Quando o crime é descoberto, os filhos de Duncan, Malcolm e Donalbain, sentindo-se ameaçados, resolvem fugir e Macbeth é coroado.

MEDIDA POR MEDIDA 

Alarmado com a imoralidade e a corrupção que tomaram conta de sua cidade, o Duque resolve reintroduzir uma antiga lei que pune todo e qualquer abuso sexual com a morte. Contudo, ele deixa que a lei seja implementada por seu vice, Ângelo, a quem transfere o poder por um período, enquanto ele se disfarça de frei para observar tudo à distância.

Fonte: http://goo.gl/7mj5HB